sexta-feira, 25 de março de 2011

PEDAL NOTURNO SÃO MATEUS 23 03 2011


PEDAL DE SÃO MATEUS
Quinta-feira, típica de cidadezinha sem opção, meio dia pra frente começa uma certa agitação interior, meio da tarde uma pilha de coisas para resolver e a cabeça já está na estrada. final de expediente, caminhando para casa olho para o céu (hábito antigo) e.... lá estão eles, os nimbus


carregando o céu, trazendo consigo os cúmulos, com certeza, pensei, a chuva pedalaria novamente conosco sem ser convidada, mas como os primeiros dias, ou melhor, noites do "cinzento" outono ainda são quentes, que venha!
Então, meio desconfiado comecei a organizar os apetrechos (não é pescaria), conferir bike, equipamentos, sobressalentes (“né” Gancheiro e Bruno?), água, barrinha, farol carregado, etc... etc..., eis que escuto um barulho característico e maravilhoso para dormir... o barulhinho dela, a metida, a chuva.

Esperei para ver se passava e nada, 19:45min liguei para o Xande, acho que torcendo para ele não querer ir, que nada, nem acabei de fazer as considerações e ele já estava todo animado, "vamos, acho que não vai chover não e minha mão já melhorou! não tive escolha, na outra orelha o Bruno, pedindo para esperar o "Dr. Gabriel" pois ele estava no trânsito, marcamos para Às 20:00 na roda da Capoeira.


Saímos Às 20:30, sem chuva, mas os cúmulos estavam lá, nos avisando que a chuva pedalaria conosco, calibramos os pneus e saímos, Eu, o Xande, o Gabriel, Bruno e o Saulo, cinco bicicletas/cinco ciclistas, rumo à São Mateus, pedal maravilha com as típicas paradinhas, temperatura melhor impossível, ora estrelas ora incertezas, quando já em São Mateus, comendo uma paçoquinha e tomando uma coca, eis que ela chega, acompanhada de relâmpagos e trovões, bem que os CBs avisaram. Não vou dizer quem era (Gabriel e Bruno) queriam vir embora, prontamente protestamos, "chegamos até aqui vamos completar o percurso!"


E "DÁ-LHE" chuva, eu e o Xande num pedal leve, o Bruno, Saulo e Gabriel foram atrás do Lance Armstrong, porque não vimos mais eles, não vimos mais não... encontramos o Gabriel e o Saulo na Escola da Encruzilhada, nos aguardando e o Bruno já estava a caminho, empurrando a bicicleta com o pneu furado KKKkk, encontramos a criatura quase na Encruzilhada.


Vínhamos todos caminhando e pedalando devagar para acompanhar o Bruno, quando aprece um "anjo da Guarda" o nosso amigo Dionei, que estava indo trabalhar, 23:00 (esta vida de conselheiro tutelar não é fácil!), aí o "folgado" do Bruno veio de carro e o Saulo e o Gabriel vieram revezando na condução da Bike do Bruno (é do Jakson, mas ele já requereu usucapião, ta na vara, não sei de quem...), quando chegamos em Biguaçu, aproximadamente 23:40, fomos direto levar a bike para o Bruno, chegamos, cansados, mais felizes... e com gostinho de "quero mais!"


OBS: Fato importante no pedal, foi que passou uma Bizz por nós, com dois marmanjos em cima e (chovendo, noite) conheceram o Bruno "de costas", ficamos "assim" com toda esta intimidade....


Bom... chega de escrever e vamos às fotos, ruins, mais fotos

Até mais!


Carpe diem!Tuquinha;"
Paz e Bem!
"Visite o site www.azevedoimoveissc.com.br



                              Gabriel entregando o Bebezinho do Bruno!


                            O "cara de pau" já de banho tomado...


                         O Saulo levando a zica do Bruno




            O Saulo se ferrando e o Bruno em casa tomando um banho quentinho...










                     O Gabriel carregando a Zica do Bruno




               O Anjo da Guarda do Bruno, nosso amigo Dionei











     Gabriel treinado para a São Silvestre e o Bruno antes do Dionei Aparecer












                                      Dá-lhe chuva!


            "Bem que o pneu podia furar e aparecer uma carona...











                              Igreja Evangélica de São Mateus





3 comentários:

  1. Pedal Animal!!!!
    Muito boa idéia essa do blog.
    Abraços e até a próxima

    ResponderExcluir
  2. Pow Galera, só chove nesses pedais de Bigua. Vou te contar ...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir